• Laboratório Móvel de Guerrilha

  • Voltar

Diário de pesquisa

O objetivo principal desse estudo é desenvolver um laboratório móvel com um kit de digitalização e remixagem digital com o foco em vídeo, áudio, imagem e texto.
A principal premissa é que seja viável, possível e acessível. Com equipamentos infinitamente mais baratos e profissionais podendo colocar tudo em uma mochila e sair digitalizando o mundo.
Separamos inicialmente um kit de equipamentos que serão testados e documentados aqui,

Equipamentos que serão testados:

Ipad Pro (11 pol) (2º geração)

  • MY232BZ
  • Versão do Software 13.6
  • Nº do Modelo DMPD7PMQPTRF
  • Capacidade 128GB

Apple Pencil (2º geração)

  • Modelo: MU8F2AM
  • Modelo A2051
  • Sem a compra de pontas adicionais

Smart Folio – Rosa cítrico

  • Peça única de poliuretano
  • 19 centímetros de largura
  • 25 centímetros de altura

Microfone Gamer HYPERX Quadcast

  • Modelo: HX-MICQC-BK
  • Base ‘shock mount’ antivibração
  • Sensor toque para silenciar com indicador em LED vermelho
  • Peso: 1170 gramas (bruto com embalagem)

Semana 1 – Ambientação

Com toda certeza é a parte mais satisfatória de fazer, tirar as coisas das caixas, tocar, sentir aquele cheirinho de novo

Ipad

Ipad Pro

  • Conhecendo o dispositivo

É extremamente importante saber como manusear o dispositivo, conhecendo suas principais funcionalidades e capacidades, com isso a própria Apple disponibiliza no seu aplicativo “Livros” (que já vem pré-instalado) o e-book “Manual do Usuário do iPad”

É manual bem detalhado, fala absolutamente tudo que o iPad faz nas suas 995 páginas.
É interessante ter ele sempre instalado para qualquer dúvida que venha a surgir.

Para os apressados e ansiosos para colocar a mão na massa a Apple também dispõe um aplicativo chamado “Dicas”,

Um compilado de dicas úteis e sugestões para o seu dispositivo IOS, considero indispensável a leitura do mesmo

  • Navegando na Apple store

Com o nosso iPad nos temos uma atividade principal que é digitalizar itens, já que cada tipo de item tem suas peculiaridades e necessidades distintas, vamos começar com os bibliográficos.

A principal necessidade de um item bibliográfico é tornar esse arquivo de texto editável por um computador e quem faz isso é o OCR (Reconhecimento ótico de caracteres), uma tecnologia que reconhece caracteres a partir de um arquivo de imagem.
Com isso nós temos dois elementos obrigatórios para a escolha dos softwares de digitalização

– Ser um software Gratuito
– Possuir OCR

Fazendo uma simples busca na Apple store o primeiro retorno que nós temos é o Adobe Scan, nós vamos stressar um pouco esse software e ver as suas capacidades

Adobe Scan: PFD scanner e OCR

  • Suporta Português Brasil
  • Gratuito, contudo existem pacotes dentro do app (se precisar exportar PDF vai ter que fazer uma assinatura)
  • 4,9 estrelas na Apple store, 105 mil Classificações
  • Atualizado com frequência

Ele oferece inúmeras funções, caso queira ver no detalhe acesse a prévia

Fiz o download super rápido, ele possui apenas 122,6 MB. A primeira tela de boas vindas pede para fazer o login, o Adobe Scan suporta logon com a Google, Facebook e ID Apple. Feito o login você os termos de uso e aceita eles.
A primeira interação com ele é super amigável, é super semelhante a uma tela de câmera de qualquer dispositivo

Nessa barra inferior central você escolhe o tipo de documento que você quer digitalizar, ele dá as opções
– Documento
-Formulário (ele permite até assinar)
-Quadro de comunicações
-Cartão de visitas (ele permite você salvar informações a seus contatos)

Todos permitem o uso do flash (Automático, Com ou Sem)

Ele também possui uma “Captura Automática” onde o sensor sai procurando o documento e tira varias “fotos” te dando a liberdade de segurar o aparelho e não precisando apertar o botão de acionar a câmera